[1981] Eu, Christiane F. – 13 Anos, Drogada e Prostituída

Durante a década de 80, Vera Christiane Felscherinow, mais conhecida como Christiane F., ficou mundialmente famosa por ter sua dramática adolescência com as drogas e prostituição revelada no livro autobiográfico “Eu, Christiane F., 13 anos, drogada e prostituída”. Lembro bem deste livro, já que ainda moleque, folheava a edição que minha mãe tinha e ficava notando os detalhes das fotos que ilustravam o mesmo, em especial, uma foto de um rapaz que havia sofrido overdose em um banheiro público. Lógico que meu grau de curiosidade era enorme, mas a preguiça de ler, ainda maior… mas não obstante, o drama se tornou um filme e assim pude assisti-lo na primeira oportunidade que surgiu, no então moderno Vídeo Cassete!

Para época, tanto o livro, como o filme foram realmente muito chocante. Porém, pouco ouvi falar mais sobre esse drama, e até pelo fato de estar lendo o livro “The Heroin Diaries” resolvi fazer uma pequena pesquisa sobre Christiane F.

Christiane nasceu em Hamburgo, na Alemanha em 62 e mudou-se para Berlim aos 6 anos de idade. Em 74, com 12 anos de idade, começou a fumar maconha com um grupo de amigos mais velhos. Gradualmente ela começou a experimentar drogas mais fortes como LSD e aos 13 anos acabou chegando a Heroína. Por causa do vício, acabou se prostituindo, junto com vários outros jovens drogados na estação de trem Bahnhof Zoo, em Berlim, ainda aos 13 anos.

Ela inalou pela primeira vez após assistir a um show de David Bowie e acabou injetando pela primeira vez em uma casa de banho público de Berlim, afundando-se assim cada vez mais no vício.

Em 1977, ela foi presa acusada de tráfico e consumo de drogas. Durante seu julgamento concedeu uma entrevista a dois Jornalistas, Kai Hermann e Horst Hieck, que se estendeu por dois meses e acabou se constituindo no famoso livro.

No inicio dos anos 80 participou de uma Banda de Rock (Sentimentale Jugend) e fez uma ponta no filme Alemão Decoder (1983). Na mesma época, apesar de garantir estar longe das drogas, Christiane, voltou a ser presa (1983) no apartamento de um traficante, e em uma entrevista na época confessou nunca ter ficado limpa das drogas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...